Maison

Posts no Blog

 O Doogle do Google é um exemplo do potencial que estamos deixando de aproveitar da interface chamada Web. Quando iniciei o curso de Comunicação Digital na Unisinos em 2016 o nosso coordenador Daniel Bittencourt falou mais ou menos assim: "Vocês não pensam que aprenderão a trabalhar no Facebook, isso vocês fazem um curso de 20 horas

Após 19 anos do lançamento do Blogger, que popularizou os sites pessoais, o que aprendemos e como mudou a nossa escrita no ambiente digital?

A forma de escrever e armazenar textos vem mudando na história da civilização humana passando das paredes das cavernas, para tábuas, papiro, ganhando reprodutibilidade na Máquina de Gutemberg e, posteriormente, se desmaterializando nas mídias fonográficas, audiovisuais e digitais. Possivelmente a maior mudança que estamos sentindo é nesta última mudança, da mídia impressa e física para a mídia desmaterializada digital.

O que iremos discutir neste post será as diferenças e possibilidades da mídia impressa e digital.

Se você pensou que os dados analisados pela Cambridge Analytica foram o grande problema de 'segurança' no Facebook, sinto-lhe dizer que o buraco é muito maior.  Entendendo o vídeo acima Como percebemos o trabalho da Cambridge Analytica foi muito além de coletar os dados das pessoas que participaram dos testes e dos amigos dela. A grande virtude deles era a capacidade de cruzar os dados e traçar com precisão alguns grupos de personalidade e saber como montar a mensagem que seria entregue a cada um deles. Neste caso foram analisados os dados internos do Facebook, rastros deixados pelos usuários como curtidas, compartilhamentos, menções e assim por diante. Cada ação e interação feita na plataforma é, de fato, o espelhamento do nosso comportamento fora

Dating, vídeo-chamadas em grupo, realidade aumentada diretamente na câmera e novas funcionalidades foram anunciadas na edição 2018 do F8

Antes de mais nada quer afirmar que não estive em São Fancisco, CA nos Estados Unidos mas presenciei a Live realizada pelo Facebook.
O Facebook Developer Conference 2018, ou F8, realizou-se na manhã do dia 1 de Maio às 14 horas horário oficial de Brasília. O evento é realizado anualmente e ficamos ansiosos para saber quais novidades serão divulgadas nas plataformas que compõem a família do Facebook (Instagram, Whatsapp, Messenger, Occulus Go...). Neste ano outras questões estavam na mira de Mark Zuckerberg principalmente as que envolviam o escândalo de informações para a Cambridge Analytica e que levaram o fundador da rede social depor no senado e congresso americano.

O maior mensageiro instantâneo da atualidade também teve suas novas funcionalidades anunciadas durante o F8. Segundo empresa, mais de 2 bilhões de minutos de chamadas de vídeo e voz são gastos todos os dias pelo aplicativo de mensagens Videochamadas em grupo Levando em consideração este grande volume de ligações realizados no aplicativo, o Whatsapp anuncia uma nova funcionalidade : realizar videochamadas em grupo.   Desta forma as videoconferências podem ser realizadas sem baixar outros aplicativos, basta ir na janela de mensagens privadas, iniciar a conversa com o seu contato e posteriormente adicionar os demais participantes. A funcionalidade deve chegar em breve a todos os dispositivos.   Stickers Outra funcionalidade anunciada para o Whatsapp foi a liberação dos Stickers antes restrita ao concorrente Telegram. Inicialmente será disponibilizado apenas

Realidade aumentada é uma realidade? A realidade aumentada já está presente há alguns anos no cotidiano das pessoas que possuem smartphones. Aplicativos como Snapchat,  Instagram e Messenger do Facebook já trabalham com esta funcionalidade. No entanto durante o F8 Mark Zuckerberg anunciou uma plataforma para a expansão da tecnologia para o Instagram e também outros produtos da família. A popularização da realidade aumentada A grande novidade vem para produtores de conteúdo e para marcas que podem criar suas aplicações e implementar nas redes sociais aumentando o engajamento e o buzz acerca de seus produtos. Até o momento a plataforma estava disponível para o Facebook Messenger e agora está em versão Beta portanto ainda não está disponível para o público em geral. O que resta é

Já que não pude comprar o Tinder, criei o meu. O Facebook anunciou durante o F8 uma nova funcionalidade chamada Dating com o mesmo propósito do Tinder. A proposta da aplicação é construir relacionamentos reais de longa duração e não mais apenas conexões sociais. Para isso ele usará a sua base que conta com mais de 200 milhões de usuários 'solteiros'.   Não se preocupe ninguém saberá que você entrou no Dating Antes que você se preocupe com o que seus amigos pensarão sobre você estar neste novo serviço não há com o que se preocupar. Segundo Zuckerberg seus amigos não saberão que você está utilizando, não irá aparecer no seu feed e suas conexões não serão notificadas. A ferramenta utilizará o Facebook para

Neste post te mostrarei como construir um título eficiente sem apelar para práticas sensacionalistas. Títulos apocalípticos e seus efeitos para ganhar cliques: Todos já ouviram falar dos Click baits certo? São aqueles links com chamadas criadas para que você clique com uma grande expectativa mas o conteúdo em si quase nunca corresponde deixando você decepcionado. O título apocalíptico é um tipo de click bait, eu separo ele pois considero que são as chamadas que anunciam o fim de algo, como por exemplo o fim do Facebook, o que você não deve fazer para ter sucesso, os maiores erros